Portuguese Chinese (Simplified) English French German Greek Hebrew Hindi Italian Japanese Korean Russian Spanish
topo3.gif

Como se organizar para estudar música

Avaliação do Usuário

Star activeStar activeStar activeStar activeStar inactive
 

Organização do estudo

Um dos maiores desafios para os músicos amadores é sem dúvida nenhuma encontrar tempo para estudar seu instrumento. Afinal o dia-a-dia de quem tem outras responsabilidades e compromissos acaba por prejudicar o estudo musical que infelizmente requer muita dedicação.

Porém, existem algumas formas de otimizar o seu tempo sem que atrapalhe seu cotidiano e ainda sim possa produzir bons resultados no estudo do baixo elétrico.

Abaixo estabeleci uma tabela com conteúdo de estudo necessário para qualquer instrumentista, que pretende tornar-se um excelente músico.

Categoria do estudo:

Treinamento prático

(A)

Percepção

(B)

Teoria: partituras/livros

(C)

Audição

(D)

 

Conteúdo

Exercícios de digitação, etc.

Leitura rítmica

 

Conhecimento musical elementar: livros

Ouvir baixistas importantes de diferentes gêneros

Memorização de escalas, etc.

Leitura melódica

 

Revistas e sites especializados

Gravar trechos musicais para sua audição

Arpejos e formação de acordes, etc.

Harmonia

Softwares

Ensaiar, shows, etc.

A

O treinamento prático é extremamente importante para seu desempenho técnico no instrumento. É com este treinamento que você será capaz de tocar diversas músicas.

O ideal é que este treinamento seja feito o maior número de vezes por semana para que você possa somar o máximo de horas possíveis até atingir um nível intermediário ou avançado. Uma quantidade de horas suficientemente excelente em dois anos seria algo em torno de 1.200 horas.

Horas: 1200

B

Sua percepção ao contrário do estudo prático não requer necessariamente o seu instrumento, pois pode ser feito com outras ferramentas. A leitura rítmica e melódica, por exemplo, pode ter o auxílio de softwares como: finale, encore e guitar pro. Você poderá utilizar também metrônomos e afinadores digitais para estabelecer estes mesmos exercícios, que poderá ser realizado em diferentes lugares sem que haja problemas de barulho ou incômodos. Ou seja, você poderá praticar nas horas ociosas, indo trabalhar, no intervalo do almoço, antes de dormir, etc.

Horas: 600

C

Este estudo embora seja muito importante, requer menos preocupação, pois não vai atrapalhar suas demais atividades. Trata-se de um estudo complementar que será útil para determinadas situações de conhecimento geral sobre música e também sobre o seu instrumento. São para aqueles momentos em que você esta a frente do computador pesquisando e lendo sobre assuntos gerais sobre música.

Por se tratar de um estudo complementar o número de horas ira ser de acordo com o que você deseja conhecer sobre música. Entretanto iremos estabelecer um número mínimo de horas que inclui ler partituras, revistas, matérias, artigos, etc.

Horas: 200

D

A audição é algo similar a respirar, quanto mais você ouvi música, maior a sua habilidade cognitiva de entender os sons e compreender características presentes nos mais variados gêneros musicais.

Esta etapa pode ser feita de duas maneiras, uma voltada a sua auto-análise, que será feita por intermédio de pequenas gravações feitas em celular, câmera digital, etc. A outra, voltada a análise externa, poderá ser feita pela audição de discos, DVDs de shows, shows ao vivo, etc.

É um procedimento muito importante, pois dará a você um pouco da experiência auditiva que ao longo dos anos ira se desenvolver e assim compreender condições musicais mais complexas.

Horas: 200

TOTAL DE HORAS DE ESTUDO EM 2 ANOS: 2200 HORAS

Um caso interessante sobre músicos prodígios pode revelar que em todo seu tempo de estudo das horas somadas ao longo de poucos anos é que eles possuíam algo em comum, cerca de 10 mil horas.

Praticando 12 horas por dia isso levaria cerca de 5 anos, obviamente seria algo assustador e improvável para o nosso cotidiano, mas diluindo todo este tempo ao longo dos anos você certamente ira alcançar estes resultados, basta ter paciência e muita força de vontade.

Na segunda parte vamos conhecer alguns casos interessantes voltados ao tempo de estudo e também sobre as assustadoras 10 mil horas.

Afine o Contrabaixo

Redes